nav-left cat-right
cat-right

Treze anos de blog

Primeira parada logo em 2004: os "Banheiros Públicos" da primeira edição da mostra Morar Mais Por Menos aqui no Rio feito por minha amiga Isabela Saramago. acompanhei (e acompanho) o evento durante os 13 anos do blog.

Primeira parada logo em 2004: os “Banheiros Públicos” da primeira edição da mostra Morar Mais Por Menos aqui no Rio feito por minha amiga Isabela Saramago. Acompanhei (e acompanho) o evento durante os 13 anos do blog.

Parece que quanto mais velho/velha a gente vai ficando cresce a necessidade de se rever o que passou, como foi, como aconteceu. Confesso que venho passando por este processo e que me surpreendo cada vez mais em rever histórias, pessoas, amigos e coisas que aconteceram, numa revisão mais divertida que saudosa, de fatos que ocorreram comigo. Não, ainda não sou uma ‘Matusalém’, não estou tão velha a ponto de fazer uma autobiografia e – creio eu – ainda devo ter histórias por passar, mas… sei lá, pintou revisionismo pesado nessa altura da vida. Noutro dia, por exemplo, reli o post sobre os 12 anos de blog, que foi ali, no ano passado, e achei que nele estava tudo bom, tudo perfeito, tudo escrito como deveria ser a respeito deste blog e que não haveria nada para ser dito agora nos 13 anos – ainda mais que me encontro em fase de intenso “balanço de liquidação”  Mas… uma falastrona (‘escrivona’) como eu não sossega e logo inventa um jeito de falar/escrever qualquer coisa. E não é que inventei mesmo? Fui catar o blog ao longo desses 13 anos e achei tanta coisa engraçada sobre ele nessa internet de meu Deus…

E em 2005, o belíssimo “Spa Deca” de Joy Garrido na Casa Cor Rio©.

Basta você procurar pelas máquinas de busca certas: a que existe em web archive.org vai buscar teu site, blog ou o que você publicou lá atrás no tempo na grande rede, e traz o que consegue. Às vezes uma palavra, uma frase, um parágrafo. Foi lá que descobri que o blog, na verdade, nascido em 9 de maio de 2004, fazia parte de um verdadeiro “complexo internético”. Explico: havia o site da empresa, a M4 Interiores, que era onde eu mostrava meus trabalhos que eu fazia: obras, reformas de interiores e decoração. Havia um newsletter mensal, havia textos sobre vários assuntos, muitos links e muitos posts. Mas não consegui pegar nenhuma imagem do blog até 2007 – isto é, do visual do blog mesmo, de como ele era até este ano – e por isso peguei algumas imagens simbólicas, vejam só: de 2004, peguei uma imagem da mostra Morar Mais Por Menos aqui do Rio, que começou neste ano! Quem diria, hein? Foi em uma casa em São Conrado, onde conheci minha amiga Isabela Saramago, arquiteta e artista plástica de mão cheia! Nossa, nesses anos todos, quantas mostras eu estive, quantos comentários eu fiz, quanta gente conheci, quantas boas amizades como Isabela eu fiz… image20

A primeira Casa Cor São Paulo© a gente nunca esquece: o inesquecível – mesmo – “Lavabo Público Masculino” de Simone Goltcher, todo em Vidrotil roxo contrapondo com um certo tom de beige que foi sucesso no mundo da moda, “fechou o comércio” e virou referência entre vários outros projetos de interiores Brasil afora…

De 2005, também ‘fisguei’ algo de mostra: esta maravilha de “Spa Deca” da Joy Garrido, na Casa Cor Rio© que aconteceu no bairro do Catete, no prédio da antiga Renascença Móveis: um prédio de importância vital para a cidade recuperado pela mostra, num exemplo do que de melhor ela deixa para o Rio. Em todo esse tempo que frequentei as mostras Casa Cor©, falei mal, falei bem, me encantei e me decepcionei, mas é uma mostra referência, e nunca poderia deixá-la de fora do blog. E muita gente curtiu e curte quando eu falo pelo menos um pouquinho sobre o que vi e vejo por lá…

A beleza da Cozinha de Lia Carbonari na Casa Cor São Paulo© em 2006: ficou para a posteridade...

A beleza da Cozinha de Lia Carbonari na Casa Cor São Paulo© em 2006: ficou para a posteridade…

E em 2006, separei duas imagens de minha primeira visita a uma Casa Cor São Paulo©, no melhor estilo “a gente nunca esquece”: é que eu fiz um post sobre os 25 anos de Casa Cor© em 2011 onde listei alguns ambientes marcantes da principal mostra do país, e estes dois “desbundes” do evento de 2006 estavam lá. Eram eles o “Lavabo Público Masculino” de Simone Goltcher e a “Cozinha” de Lia Carbonari, esta última com paredes revestidas com mosaicos de vidro com desenhos de Costelas de Adão em pisos e paredes, absolutamente lindos e inesquecíveis – foram dois marcos da decoração brasileira, ambos com pastilhas de vidro da Vidrotil, repetidos de diversas formas em diversas expressões e oportunidades nos anos subsequentes.

A partir de 2007, aí sim, comecei a ter as primeiros imagens “daqui de casa” mesmo: olha essa imagem…
(Clique para ver maior e não se arrependa…  )

Clique para ver maior

Clique para ver maior

Neste ponto vejo que o blog era enooorme e todo segmentado: tinha post sobre “estilo”, “amigos”, textos, dicas, notícias, nossa, quanta coisa, quanto tempo…  Na verdade era toda a empresa de decoração – a M4 interiores, que era o nome da minha empresa – mais o blog, textos, trabalhos, ufa… Dava trabalho, mas eu me divertia muito, todos os dias… A “máquina do tempo” que tem na internet não consegue pegar todos os textos e imagens, mas dá para ter uma boa ideia de como tudo era… Até podcasts* eu me aventurava a gravar, acreditam?

E aí, a máquina do tempo faz “PLUFT”, que nem o fantasminha, e não se encontra nada sobre o blog… Há poucas ou nenhuma imagem da carinha do blog entre 2007 e 2011, e bem poucas imagens das matérias/notas do interior do blog, mas deu para recuperar…

Do newsletter da Mekal, a lareira portátil “Ponton Fireplace“, veiculada em 25 de junho de 2008…

… a cadeira “Smock” de Patricia Urquiola para a Moroso, também lançada em 2008…

post13a10

…”Liquid Space“, um portento com 250 mil cristais Swarovski que causaram sensação em Milão: ideia de Ross Lovegrove

post13a10b

… e no mesmo ano, bem aqui mesmo, na Kitchen and Bath, Falmec lançava a coifa “Zebra“, cujo maior trunfo era seu desenho inovador – além, é claro, de sua estampa inconfundível…

Aí, em 2011, eu já consigo pegar inclusive recuperar o post da comemoração dos 7 anos de blog que tem umas coisinhas lindas, como a poltrona “Flor” da Eulália Anselmo, feita com centenas de rosinhas de tricô. Mas tem mais a destacar neste ano: no postAquarela Brasileiríssima“, um lançamento em pastilhas de vidro da Vitrocolori: a linha “Aquarela Brasil” que é uma verdadeira beleza, bem como o misturador “Twist” da Deca. Também achei legal esse post aqui, que dá pra saber de onde vem minha mania de escrever vários de uma só vez…

A poltrona "Flor" da designer Eulália Anselmo foi sensação em 2011.

A poltrona “Flor” da designer Eulália Anselmo foi sensação em 2011.

No mesmo ano a belíssima coleção "Aquarela Brasileira" da Vitrocolori e "Twist" da Deca debutavam no mercado brasileiro.

No mesmo ano a belíssima coleção “Aquarela Brasileira” da Vitrocolori e “Twist” da Deca debutavam no mercado brasileiro.

Capítulo especial para o famosíssimo Salone Internazionale del Mobile de Milano ou iSaloni para os “íntimos”  : foram tantas, mas tantas as novidades que falei sobre Milão que tem sempre alguém que me pergunta se visito o evento todo ano, ou se já morei lá… bem, é difícil fazer tudo sem sair daqui, mas a verdade é que nunca lá mesmo, mas a internet me permite um “quase estar presente” durante todo este tempo. E é verdade também que já fui muito cumprimentada por estrangeiros que o frequentam e que dizem que parece que eu estive sim, já que destaco com propriedade o que foi mais importante. É que, além de ter trabalhado na área tem a paixão pelo blog, e meu profundo respeito pelo design, que faz com que eu leia muito e pesquise muito sobre o assunto, e portanto fico sabendo de noticias e novidades durante todo o ano – sem falar em materiais, designers e outros eventos. Já mostrei muita, muita coisa bonita de lá, vocês sabem, é bem difícil ilustrar o que se passou em 13 anos. Destaco este post de 2011 com coisas bem legais como cadeiras de Starck, Nendo e Konstantin Grcic e algumas “bonitezas” que sou fã.

De Milão, sempre houve muito por aqui: destaco a maravilha "Nouvelle Vague de Christophe Pillet de 2005 e Mollo de 2014, por exemplo. Clique para ver maior.

De Milão, sempre houve muito por aqui: destaco a maravilha “Nouvelle Vague” de Christophe Pillet de 2005 e “Mollo” de 2014, por exemplo. Clique para ver maior.

Em 2012 fomos muito bem representados no Saloni pela linha "Fractal" de Nicole Tomazi. Em 2016, a simplicidade de "Remo“, de Konstantin Grcic me encantou.

Em 2012 fomos muito bem representados no Saloni pela linha “Fractal” de Nicole Tomazi. Em 2016, a simplicidade de “Remo“, de Konstantin Grcic me encantou.

E assim vamos numa grande sucessão de coisas belas e funcionais ao longo de todos esses anos. Vejam por exemplo este visual de dezembro de 2012 (alguns desses posts estão funcionando):

Clique para ver maior!

Clique para ver maior!

No ar haviam várias coisas de Natal como os presentes de design, ou ligados a ele, que eu sempre sugiro, mas também um sobre “Casas Marroquinas”, onde eu falava sobre o universo visual da decoração desse país que eu simplesmente adoro, com todas as suas cores, geometrismos e muita descontração. O outro, “Cinco Sustentáveis”, eu falava sobre materiais feitos a partir de reciclagem, ou mesmo naturais, que tinha a ver com o “Viva Positivamente“, programa da Coca Cola® – que vocês podem ver o banner ali do lado bem grande – que o blog fez parte durante um tempo. Tem também a olhadinha de sempre na Casa Cor Rio© em 2012, que aconteceu num prédio realmente espetacular da cidade e… eu não fui!  É que eu estava de emprego novo, tomando contato com muita coisa nova e meio desinteressada das “grandes mostras”, é verdade. Mas o prédio era a Casa do Estudante Universitário, bem ali na célebre e super bem localizada Av. Rui Barbosa, verdadeiro achado para a mostra – pena que, ao que parece, o retrofit não foi à frente…

Clique para ver maior

Em 2013 uma outra máquina de busca – Screenshots –  me mostra esta carinha do blog em 11 de agosto: vejam que falo sobre a reedição de uma cadeira de Julio Katinski, “Três Graças” (um lustre, um revestimento e um relógio fora de série), o revestimento da inglesa Armourcoat chamado “Plasters Polido“, “Lareiras para áreas externas” (um charme de texto escrito pela paisagista Marisa Lima), o retorno dos papeis de parede muito vintage com a carinha dos anos 70 – super “ripongas” – a “Decoração Cenourinha” – o encontro do verdinho com o laranja cenoura que sempre curti – uma “Ronda do Design” onde destaquei ótimos lançamentos no Brasil e no exterior – o bom design de Fabíola Bérgamo – de quem sou fã – e um sofazinho lindo “Para Dois“. Ufa, já viu quanta variedade? Aqui sempre foi assim: novidade, novidade, novidade, coisas que me encantam, coisas que eu curto MUITO dividir com vocês. Nunca me cansei, nunca me canso, não sei se vou me cansar um dia…

Em 2014, aniversário importante: 50 anos de “Unikko“, estampa da finlandesa Marimekko – veja post aqui: www.casacomdesign.com.br/index.php/2014/05/26/os-50-anos-de-unikko-da-marimekko

 

Também em 2014: visita à Mostra Casapronta Quartos em SP - www.casacomdesign.com.br/index.php/2014/05/01/na-casapronta-quartos

Também em 2014: visita à Mostra Casapronta Quartos em SP – www.casacomdesign.com.br/index.php/2014/05/01/na-casapronta-quartos

Na mesma viagem, visita à Revestir 2014 - Minha visita à exporevestir em sp em 2014: www.casacomdesign.com.br/index.php/2014/04/08/na-expo-revestir-loucas-metais-e-etc

Na mesma viagem, visita à Expo Revestir 2014 – Clique para ver maior –  www.casacomdesign.com.br/index.php/2014/04/08/na-expo-revestir-loucas-metais-e-etc

Em 2015, em 2016, foi o mesmo. Recordar tudo isso me dá um prazer enorme, FAZER tudo isso me dá um prazer enorme. E me dá muito pesar diminuir o tempo desse trabalho que tanto me gratifica. Mas… a vida é assim mesmo, é mutável e a gente vai se acostumando com as mudanças. Saibam que gosto muito de tudo que leio e trago para cá quando posso, e que estarei por aqui sempre que puder. Ou, em outro canto, fazendo um trabalho que começou aqui, super bem inspirado no que vivemos nesse pedacinho de grande rede! Obrigada a todos!

*Para quem não sabe podcast é um programa de áudio ou de vídeo, cuja principal característica é um formato de distribuição chamado ‘podcasting‘. Podcasting é um meio de publicação de arquivos de mídia digital através de feed RSS, o que permite aos seus assinantes o acompanhamento ou download automático do conteúdo à medida que é atualizado. Eu gravava apenas um áudio em mp3 com alguns comentário sobre alguma coisa relacionada ao blog. Hoje acho que ficaria meio “vergonhosa”…

Related Posts with Thumbnails
Share

Deixe um Comentário